Financiar uma moto, sem entrada agora ficou fácil

É claro que todos os entusiastas de moto querem pedir dinheiro emprestado para comprar suas próprias motocicletas. Porém conseguir a quantia necessária para comprar uma moto à vista pode se tornar difícil para muitos.

Entretanto, o mercado inova em novas formas de investir todos os dias. No ramo de veículos não é diferente. As pessoas que não possuem renda suficiente para comprar uma moto à vista pode solicitar o financiamento.

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre este serviço. Neste artigo trazemos as principais dúvidas dos consumidores sobre o financiamento. Além disso, fornecemos dicas sobre como conseguir financiar uma moto sem o pagamento da taxa de entrada.

Financiamento é uma transação financeira entre um banco e um cliente. Funciona da seguinte forma: o banco fornece ao cliente o dinheiro necessário para a compra do veículo e, em seguida, o cliente devolve o dinheiro ao banco em prestações.

Os clientes podem alocar qualquer quantia de dinheiro à vontade. Ao mesmo tempo, os bancos podem cobrar taxas de serviço ou torna-las gratuitas. Como cada instituição financeira possui um valor de juros diferente, é difícil mensurar as taxas cobradas pelos serviços.

A taxa de entrada é o valor necessário para o pagamento antecipado. É uma forma de mostrar ao banco que você vai pagar o valor emprestado. Normalmente, esse valor é de pelo menos 20% do valor total do veículo. O cliente tem a liberdade de fornecer o valor que desejar, desde que o valor seja a partir de 20% do valor acordado.

Mas é possível financiar uma moto sem dar entrada? Sim, muitos bancos e financeiras oferecem a possibilidade de financiamento sem entrada. Para isso, oferecem a opção de financiamento de 100% do valor do carro. Aqui neste artigo citaremos apenas dois bastante conhecidos.

  1. Banco do Brasil

O prazo máximo de pagamento da instituição é de 36 meses (três anos), e o prazo máximo de primeiro pagamento é de 59 dias.

Essa financiadora possui diversos modelos e, além disso, os custos dos documentos podem ser incluídos no valor do financiamento, desde que custem até 08% do valor total da motocicleta.

As principais considerações a respeito desse serviço estão relacionadas aos juros. As empresas geralmente aumentam as taxas de juros com base no número de parcelas selecionadas. Sem falar que em muitos casos, as taxas são fixas, mas muito altas. Portanto, o cliente pode ter pago o dobro do valor inicialmente acordado no momento em que o pagamento das parcelas for concluído.


Receba mais informações gratuitamente