Carro novo sem consulta ao SPC/Serasa

Conquistar o carro 0 km é o sonho de milhares de pessoas e essa realização agora é possível, por conta dos bancos e instituições financeiras estarem fornecendo financiamento para diferentes grupos de clientes. Em comparação ao ano passado, neste ano de 2020 a taxa de financiamento aumentou 23%

À medida que a relação entre oferta e demanda cresce, as chances de não avaliar os prós e os contras de tais aquisições também aumentam, levando a compras por impulso e, finalmente, impossibilitando arcar com o valor do parcelamento. Por causa desses acontecimentos, resolvemos escrever esse artigo para evitar grandes prejuízos e torná-lo consciente e principalmente se beneficiar no financiamento.

Qual o procedimento do financiamento de carro?

O financiamento de carros novos e usados pode ser feito por instituições públicas ou privadas. É uma operação financeira em que financiadores fornecem recursos para que pessoas físicas ou jurídicas.

Um dos métodos mais utilizados entre as pessoas para financiar o veículo sem preocupação é o Leasing e CDC:

O financiamento por meio do CDC é prático. Visto que, a financiadora disponibiliza o valor total do veículo, possibilitando que o requerente parcele o pagamento. Essa opção tem semelhança com empréstimo.

Obter o carro 0 km por meio do Leasing é qual o mesmo procedimento. Porém ao comprar o automóvel, o veículo está sob responsabilidade da instituição. Assim que o solicitante realizar o pagamento total, o veículo será de sua total responsabilidade.

Valor inicial no financiamento?

Os economistas recomendam que o investimento dos compradores nessas compras não ultrapasse 30% de sua receita. Em média, os brasileiros gastam 60% de sua renda com alimentação, qualificação, educação, luz, transporte, telefone, saúde e higiene pessoal. Apesar das despesas fixas, é necessário destinar 10% da receita como despesas de contingência. Portanto, os 30% restantes ainda são uma aquisição de financiamento, portanto, os juros devem ser incluídos nesta conta. Conseguiu acompanhar?

Escolhendo o melhor banco ou financiadora para financiar o automóvel

Na verdade, os bancos são muito semelhantes em condições de financiamento. Os prazos e taxas de juros do parcelamento e os requisitos burocráticas são muito semelhantes. Segundo dados do Banco Central, as taxas de juros mensais cobradas pelos bancos brasileiros variam de 1,32% a 1,62%. A diferença é pequena, não é? Em primeiro lugar está a Caixa Econômica (1,32%), seguida pelo Itaú (1,38%), Banco do Brasil S / A (1,40%), HSBC (1,42%), Santander (1,55%). Na comparação anual, a alíquota do imposto varia de 17,2% a 21,33%.

Consulte também sobre o crédito pessoal para negativado Simplic


Receba mais informações gratuitamente